Novo endereço do nosso site

Novo endereço do nosso site
Feminismo Diabolico

quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

Corra que a Policia vem aí e as travestis

Eu acredito que as travestis são muito melhores do as mulheres. Em todos os aspectos. Mas muitas pessoas não concordam comigo. Mas hoje eu gostaria de tentar fazer vocês verem as coisas do ponto de vista de uma travesti. Apenas por um momento, se coloquem no lugar da travesti que vou descrever e perguntem-se a si mesmos se você realmente acha justo condená-la por ser uma travesti.
Eu havia feito alguns memes dizendo que homens com pinto pequeno deveriam virar travestis. Homens gays bem dotados também deveriam virar travestis, porque quanto maior for o número de travestis na nossa sociedade, menor será o poder de barganha sexual das mulheres feministas contra os homens.
Mas virar uma travesti não é a única opção para homens com pinto pequeno, porque, por exemplo, mesmo com o pinto pequeno é teoricamente possivel o sujeito se arriscar e casar com uma mulher.
Mas eu peço a vocês que vejam o video abaixo, de uma cena do filme: Corra que a Policia vem aí: 33-1/3:


A personagem Tanya Peters é uma mulher linda, maravilhosa, gostosa e sedutora. Até o Tenente Frank Derbin fica extasiado com a beleza dela e não resiste à sedução que ela faz com ele. Mas notem que, quando a Tânia tira a roupa, pela sombra nós notamos que aparece um pênis e aí nós entendemos que ela é uma TRAVESTI. O Tenente Frank Derbin fica enojado e foge da cena e depois vomita numa tuba da orquestra.
Mas eu gostaria de ressaltar um ponto aqui. Não é o fato da Tânia Peters ser uma Travesti e ter um Pênis; mas sim, sobre o FORMATO do Pênis dela, que é TORTO. Nós vemos claramente que o pênis dela é bem torto, claramente com uma curvatura que deve chegar a uns 90º graus.

Grande Revelação: O Detetive Frank Derbin fica horrorizado ao descobrir que a bela Tânia Peters é uma TRAVESTI e tem o PINTO TORTO
Na vida real, ela não é uma travesti, ela é uma atriz, uma mulher, chamada Ana Nicole Smith. Mas eu peço a vocês que apenas por alguns momentos pensem na hipótese dessa personagem: a Travesti Tânia Peters ser real e que ela realmente fosse uma travesti, que tinha o pênis torto daquele jeito.
O meu ponto é que uma travesti que tenha o pinto torto daquele jeito jamais poderia ser criticada por ter se transformado em uma travesti. Porque nós sabemos, e isso é um fato cientifico publico e notório que qualquer urologista vai confirmar, que se o pênis tiver uma curvatura maior do que 30º graus, a penetração se torna praticamente impossivel. Se a curvatura do pênis for de 90º graus, a penetração é fisicamente impossivel. Não tem aquela música: Pau que nasce torto, nunca se endireita? Então, se a Tânia Peters realmente fosse uma travesti e se ela realmente tivesse um pênis torto daquele jeito, o detetive Frank Derbin reagiu de forma bem injusta com ela ao vomitar por causa do pinto dela. Porque ela podia ser uma criminosa no filme; mas ela não tinha culpa do Pênis dela ser torto daquele jeito. Assim como os homens com pinto pequeno não tem culpa do pinto ser pequeno; mas as mulheres detonam com eles mesmo assim. Mas no caso do pinto torto é muito pior, porque é mecanicamente e fisicamente impossivel haver a penetração na vagina de uma mulher com um pênis com aquele grau de curvatura: 90º.
Que escolha ela teria a não ser ter se tornado uma travesti? O que é que vocês teriam feito se estivessem no lugar dela? Se vocês tivessem o pinto torto daquele jeito e soubessem que nunca iriam poder fazer sexo com uma mulher. O que é que vocês teriam feito no lugar dela? Você não teria virado uma travesti? Você teria feito o que? Os católicos diriam que ela deveria ter aceitado aquilo como vontade de Deus e deveria ter tido uma vida de castidade na fé da Igreja. Mas pensar assim é como pensar que se a pessoa tem uma dor de dente, ela tem que aguentar a dor de dente a vida toda porque essa é a vontade de Deus. Só pensa desse jeito, quem nunca teve uma dor de dente. É fácil para um Padre falar que ela deveria ter tido uma vida de castidade na Igreja, contemplando a Deus. Mas o Padre conseguiu ficar casto, porque o pinto dele é normal e ele nunca ficou obcecado com essa questão. Mas e se você estivesse com uma dor de dente? Você não conseguiria pensar em outra coisa, não é? Os Padres não sentem a dor de dente, porque o pinto deles é normal.  O Pênis é a parte mais importante do corpo de um homem e não existe nada mais ofensivo e mais aviltante para um homem, do que uma ofensa, ou uma ameaça contra o seu pênis. Se o pênis do homem tem algum defeito, for pequeno, ou muito grande, ou for torto ou for impotente, todo o psiquismo do homem desaba completamente, a não ser que ele vire uma TRAVESTI. Um homem que tem uma deformidade no pênis ou uma imperfeição, não consegue pensar em outra coisa. 
Por essa razão, nós nunca devemos criticar as travestis, porque nós nunca saberemos quais são os reais motivos que levou aquela travesti a virar uma travesti. E nunca, em hipótese nenhuma, nós jamais devemos menosprezar homem nenhum, por causa do seu pinto, como as feministas fazem, malditas sejam todas elas. 
E outra coisa: Nós nunca devemos tentar fazer os homens se sentirem melhores com os pênis deles. Especialmente através da bajulação barata, que é o método preferido das feministas. A bajulação é falsa e insincera e é por isso que as feministas nunca conseguem se aproximar das travestis: as feministas só BAJULAM as travestis, só fazem falsos elogios para manipular as travestis. Apenas um Masculinista, alguém que tenha uma piroca poderia fazer um elogio e um reconhecimento sincero às travestis, como eu sempre faço aqui. 
Nós não devemos bajular os homens e nem tentar mentir para eles, porque a bajulação, por ser falsa, é percebida como falsa pelos homens. Se o homem tem o pinto pequeno nós devemos dizer: case-se apenas com mulheres VIRGENS ou então, vire uma TRAVESTI e transforme o seu limão, numa limonada. Faça como a travesti Sarina Valentina, como a Domino Presley, que têm pênis pequenos, mas, como se transformaram em TRAVESTIS, se tornaram FÊMEAS ALFA, travestis TOP no mundo pornô. 
O homem que tem o pinto pequeno, geralmente se casa com uma feminista, com uma mulher gorda, dominadora e que tem fetiche em humilhar os homens. Homens com pinto pequeno desenvolvem essa compulsão subconsciente por se relacionarem com mulheres feministas que os dominem e os humilhem no relacionamento, porque homens com pau pequeno se consideram inferiores e merecedores de trastes feministas e de humilhações e de serem feitos capachos das mulheres. Procurem aquelas histórias dos cornos mansos casados com feministas. Você vai ver que TODOS eles são homens com pinto pequeno que sentiam uma compulsão subconsciente em serem humilhados por mulheres. E em geral, apenas mulheres gordas e feministas se casam com homens de pau pequeno, porque somente uma gorda feminista desceria tão baixo a ponto de constantemente querer baixar a auto-estima do marido, para salvar a própria. É por esse motivo também que toda feminista sempre humilha o marido em publico, ressaltando todas as vezes como o marido ganha pouco em comparação à ela. A única forma na qual uma gorda escrota se sente bem é diminuindo e humilhando os outros homens. E no fundo, é por isso que toda gorda geralmente é uma FEMINISTA: para poder fazer os homens se sentirem tão mal consigo mesmos, quanto ela mesma se sente consigo própria.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

ShareThis

Veja também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...