Novo endereço do nosso site

Novo endereço do nosso site
Feminismo Diabolico

quinta-feira, 4 de setembro de 2014

José Maria Eymael concede entrevista no Jornal da CBN

José Maria Eymael foi sabatinado no Jornal da CBN.



O candidato do PSDC à presidência afirma que vai conseguir colocar em prática uma reforma tributária. Segundo José Maria Eymael, a alta carga de tributos é um dos três entraves da economia. Os outros, segundo ele, são a falta de infraestrutura e de formação de mão de obra. Para o candidato do PSDC, os impostos deveriam ser agregados e o processo de cobrança deveria ser mais simplificado e transparente: 'quanto menor a carga tributária, maior a arrecadação, pode parecer contradição, mas não é', diz o presidenciável. José Maria Eymael acredita que hoje a reforma tributária não sai porque o governo não está comprometido com isso.
Perguntado sobre a eleição, Eymael disse que o que falta para a candidatura dele é a oportunidade de aparecer mais. O candidato diz que nunca tinha tido um espaço como esse, de 30 minutos na CBN . 'Eu tenho 45 segundos na televisão'. O presidenciável fala que, agora, os candidatos têm as redes socias, que não têm limite de tempo, e isso ajuda muito. 'Meu objetivo é chegar no segundo turno, mas sabemos das dificuldades de não ter a comunicação', diz Eymael.
O comentarista Kennedy Alencar fala sobre a perda de espaço de Eymael, com a entrada na disputa do pastor Everaldo, e pergunta: 'qual a posição do senhor sobre criminalizar a homofobia?' Eymael responde que segue a Constituição. Novamente questionado, responde: 'sou contra o projeto'. Segundo o candidato 'é preciso definir o que é homofobia', antes de criminalizar. O candidato do PSDC afirmou que o seu partido não tem um 'viés' religioso. Segundo Eymael, sua proposta segue o norte das feitas pelo cristianismo, de defender os valores humanos, inclusive o da livre orientação sexual das pessoas.
O candidato também explicou a porposta de criação de um Ministério da Família. Milton Jung pergunta: 'seria mais um ministério, entre tantos?'. O candidato diz que não: 'trabalho com uma ideia de, no máximo 20 ministérios, hoje temos 39'. Eymael fala que não é possível coordenar um time de 39 pessoas: 'tem ministro que espera quatro meses para conseguir falar com a presidente', diz o candidato. José Maria Eymael explica que hoje, quando algum médico tem um problema, vai ao Ministério da Saúde, se um professor precisa de ajuda, vai ao Ministério da Educação, mas, quando a família tem alguma demanda, segundo o candidato, não tem a quem recorrer, por isso, ele fala, a criação do Ministério da Família.
Milton pergunta: 'mas o que é a família?'. Eymael responde: 'a família é o casamento é a relação de homem e mulher, agora você tem de respeitar também hoje as relações homoafetivas, que são uma realidade no p
Leia mais: http://cbn.globoradio.globo.com/grandescoberturas/eleicoes-2014/presidencia/2014/09/04/SOU-CONTRA-CRIMINALIZAR-A-HOMOFOBIA-PORQUE-E-PRECISO-DEFINIR-MELHOR-ESSE-TERMO-DIZ-JOS.htm#ixzz3COryg0lF








Nenhum comentário :

Postar um comentário

ShareThis

Veja também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...