Novo endereço do nosso site

Novo endereço do nosso site
Feminismo Diabolico

terça-feira, 26 de agosto de 2014

A tecnologia libertou os negros da escravidão. A tecnologia libertará os homens das mulheres

Muitos tem meditado sobre como os homens poderiam se libertar da escravidão opressora do Feminismo. Infelizmente, a grande maioria das pessoas, inclusive as cultas e inteligentes, não conhece verdadeiramente a história do mundo. Ontem eu recebi um compartilhamento do Movimento Monarquista dizendo que os escravos negros foram libertados da escravidão graças à Princesa Isabel e à sua grande humanidade. Mas a verdade não é essa. Eu vejo que quase ninguém compreende a questão da escravidão dos negros. Mas nós precisamos entendê-la, porque eu acredito que nós podemos nos libertar das feministas exatamente da mesma forma que os negros conseguiram se libertar da escravidão.
O grande erro sobre essa questão é acreditar que uma elevação moral da sociedade produziria uma humanidade e uma caridade da elite dominante (as feministas e seus asseclas), que libertaria os escravos espontaneamente. Muita gente acha que foi assim que a escravidão dos negros foi abolida. Mas a grande verdade é que os seres humanos são incapazes de evoluir moralmente. A ética e a moral são imutáveis; ao contrário do que as massas supõe. A única coisa que pode evoluir são as tecnologias. E foi justamente isso que libertou os escravos negros: a evolução da tecnologia e a ciência.
As pessoas entendem essa questão de modo equivocado. O trabalho escravo era usado como FONTE DE ENERGIA naquela época. Todos os Impérios da Antiguidade e até o século XIX usavam a escravidão, como FONTE DE ENERGIA, porque não se conhecia nenhuma tecnologia capaz de produzir trabalho. O Império Romano precisava dos escravos porque os escravos eram a FONTE DE ENERGIA da produção econômica daqueles povos. Os escravos eram o petróleo daquelas economias. Dizer que a princesa Isabel aboliria a escravidão sem ter uma fonte de energia alternativa seria o mesmo que imaginar que nós parassemos de usar o petróleo hoje em dia, sem ter uma fonte de energia alternativa. A escravidão pôde ser abolida graças ao aperfeiçoamento da máquina a vapor, do motor a diesel e a gasolina e do motor elétrico. Com o uso dessas fontes de energia, o trabalho escravo se tornou uma tecnologia obsoleta. E foi por isso e só por isso que a escravidão foi abolida. O Império Romano ruiu em parte por causa do Cristianismo que condenava a escravidão. Com a diminuição dos escravos, a principal fonte de energia que movia o império romano ruiu e, com isso, o Império Romano entrou em colapso. É por isso que eu tenho certeza absoluta que se o motor a vapor e o motor a explosão interna e o motor elétrico não tivessem sido criados, nós teriamos a escravidão até hoje. Se a escravidão tivesse sido abolida sem ter uma fonte de energia alternativa, como o petróleo e a eletricidade, a consequencia teria sido a mesma do Império Romano: nossa civilização teria entrado em colapso. As pessoas vêem a questão da escravidão como uma questão racial, ou uma questão moral; mas não tem nada a ver com racismo e nem com moralidade. A escravidão existia simplesmente porque naquela época não se havia fontes de energia que produzissem trabalho de forma eficiente. O fato de que os escravos eram negros deveu-se a um acidente da história, aonde um picareta e um vigarista judeu conseguiram enganar os Reis de Portugal e Espanha para usar os escravos negros da África, ao invés dos Indios, que já estavam aqui. Vejam bem que teria sido muito mais econômico para Portugal usar os indios como escravos; ao invés dos negros, porque os indios já estavam aqui na colônia e não seria preciso pagar-se por eles. Os esquerdistas comunistas inventaram o mito mentiroso e racista de dizer que os indios não foram escravizados porque seriam mais preguiçosos do que os negros da África. Mas isso é mentira. A verdadeira razão pela qual o Brasil não usou escravos indigenas é porque os traficantes de escravos negros, todos judeus, conseguiram do Rei de Portugal uma Lei garantindo o monopólio do comércio de escravos para eles. Percebem aqui? Foram os tatatataravôs da Lola Aronovich, os judeus, quem inventaram a escravidão dos negros e enriqueceram até as guampas com o comércio dos escravos negros. É por isso que a Lola sempre foi uma riquinha privilegiada, que sempre teve tudo do bom e do melhor. Ela se beneficia até hoje da riqueza e dos privilégios que os judeus acumularam quando enriqueceram com o comércio dos escravos negros. E a melhor parte é que a Lola ainda diz que os brancos são mais ricos do que os negros; quando a verdade é que os judeus são mais ricos do que os brancos e do que os negros; mas os judeus são contabilizados como brancos. A própria Lola é uma Judia até o ultimo fio de cabelo dela; mas ela se declara branca e tem a cara de pau de dizer que não é judia só porque é atéia. Decerto que Karl Marx também não era judeu, só porque Marx era ateu também, né?  O movimento Monarquista não deveria ficar dizendo que a escravidão foi abolida por causa da superioridade moral da monarquia, porque, embora essa falácia possa enganar os espiritos mais simples, qualquer pessoa que saiba que a verdadeira razão da escravidão era uma busca por uma fonte de energia, verá que esse argumento do movimento monarquista é falacioso e mentiroso. Não foi a Monarquia que aboliu a escravidão; mas sim a tecnologia das novas fontes de energia que permitiu isso.
É por isso que eu acredito que a tecnologia será a chave para nós destruirmos o feminismo. Nós precisamos de uma solução tecnológica contra o feminismo, uma solução que torne as mulheres obsoletas para o sexo e para a reprodução. Com a diminuição do valor intrínseco das mulheres, o feminismo naturalmente deixaria de existir, assim como com a invenção da máquina a vapor, a escravidão negra naturalmente deixou de existir. Não havia mais sentido em ter-se escravos, se a máquina a vapor havia tornado o trabalho escravo totalmente obsoleto. Do mesmo modo, não vai mais haver sentido em existir o feminismo, se a mulher se tornar uma tecnologia obsoleta. 
Já existem várias pesquisas na área da inteligência artificial e da robótica, visando criar uma mulher-robô. Mas eu acho que nós já temos a chave tecnológica que nos permitirá transformar todas as mulheres em uma tecnologia obsoleta: as travestis. 
Nós não precisamos mais fazer poemas épicos para as mulheres, nem canções para elas. Não precisamos mais gastar dinheiro com mulheres, nem fazer sexo com elas. Nós não precisamos mais das mulheres para nada. A única suposta utilidade que uma mulher ainda teria seria o fato delas gerarem bebês; mas a mulher moderna feminista é estéril e nem pra isso elas prestam. A mulher moderna não nos dá uma familia, não nos dá descendentes, não nos dá apoio, não nos dá dignidade, não nos dá sexo; pelo contrário, a mulher moderna tudo nos tira e tudo faz para nos prejudicar. Nós precisamos de uma tecnologia melhor do que as mulheres. Nós merecemos uma tecnologia melhor do que as mulheres. Já chegou a hora de corrigirmos o erro que Deus cometeu no Jardim do Éden.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

ShareThis

Veja também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...