Novo endereço do nosso site

Novo endereço do nosso site
Feminismo Diabolico

sábado, 19 de outubro de 2013

Técnica de vendas AIDA para combater o Feminismo

Como "vender" o antifeminismo na guerra de marketing das ideologias de gênero

De vez em quando eu coloco no nosso site alguma foto de mulher pelada famosa. Eu faço isso, porque estou seguindo a técnica de vendas: AIDA - Atenção, Interesse, Desejo e Aquisição. As mulheres peladas servem para atrair a ATENÇÃO para o meu site Feminismo Diabólico. Eu coloco nas barras laterais outras fotos de mulheres nuas e várias fotos de assuntos que interessam aos homens e que combate o feminismo. E há a grande imagem da Margareth Thatcher no topo da página, dizendo que ela odeia o feminismo e que o feminismo é puro veneno. No mínimo, no mínimo, no mínimo o cara que acessou o meu site para ver a mulher pelada, também vai ver o banner da Margareth Thatcher no topo da página e vai ficar com a informação na cabeça: Puxa vida! Uma das mulheres mais poderosas da história era contra o feminismo. Talvez o feminismo não seja boa coisa. Bom, deixa eu ver agora essa gostosa pelada. Talvez desperte no sujeito o interesse em clicar em outras coisas do nosso site, ou talvez não, talvez ele só veja a mulher nua e depois saia. Mas com toda a certeza, se algum dia na vida dele ele ouvir alguma mulherzinha defendendo o feminismo na frente dele, ele vai se lembrar que havia um site que era contra o feminismo: o site onde ele tinha visto a Xuxa nua, ou a Adriane Galisteu nua ou a Babi Rossi nua; mas ele vai se lembrar que o meu site era CONTRA O FEMINISMO e vai voltar aqui para saber mais sobre as minhas idéias.
Mas essa é só uma das abordagens possiveis, dentre inúmeras outras. O importante é que você entenda como funciona a Técnica AIDA - Atenção, Interesse, Desejo e Aquisição, para poder aplicá-la no convencimento das outras pessoas. Porque no fundo, o que nós temos que fazer é vender uma outra ideologia de gênero no mercado das ideologias: o antifeminismo ou o masculinismo. Precisamos vender a nossa idéia antifeminista para os homens principalmente e, secundariamente, para as mulheres. A nossa missão não é tão dificil ou tão impossível assim como possa parecer, haja vista a monstruosidade do inimigo feminista. Mas por que eu digo que derrotar o feminismo não é tão dificil assim? Primeiro, que as feministas são extremamente burras e são péssimas estrategistas. A estratégia básica que elas adotam é a do eterno cacarejar feminista contra o Patriarcado machista opressor. É como o cócócó de uma galinha, é só barulho e ladainha monótona toda argumentação feminista. Acesse qualquer site feminista para comprovar. As feminazis só ficam cacarejando a mesma merda repetidamente, dia após dia, ano após ano. Ela vomita sempre as mesmas ladainhas no site dela. Ai ela come a própria merda e depois vomita tudo de novo no dia seguinte, num eterno processo de regurgitação constante do vômito feminista, como se fosse um moto perpétuo de defecação mental.
Segundo, que nós podemos adotar a estratégia de Terraformação Ecopoiesis do Planeta Marte. Eu explico: Os cientistas desenvolveram uma estratégia de Terraformação do Planeta Marte, que usa a técnica do biofeedback, ou retroalimentação ecopoiesis automática. Funciona assim: Para tornar o planeta Marte habitável, é preciso aumentar a temperatura do Planeta em mais de 60º C. Mas isso seria muito dificil e caro, demandando muitos recursos. Mas, os engenheiros da NASA descobriram algo chamado de biofeedback, que consiste em aproveitar os próprios recursos do Planeta a seu favor, fazendo uma alteração mínima no começo, que depois desembocará em uma alteração muito profunda depois de um certo tempo, como o Efeito Borboleta ou como um Marketing Viral. Então, os cientistas descobriram que eles precisariam aumentar a temperatura do planeta em apenas 4º C e, com isso, haveria a sublimação do dióxido de carbono das calotas polares marcianas, que desencadearia um efeito estufa que aumentaria então a temperatura em mais 60º C.  Ou seja, nós precisariamos de máquinas e fábricas que aumentasse a temperatura de Marte em apenas 4ºC, pois, com isso, seria desencadeada uma reação em cadeia que aumentaria a temperatura em 60ºC. E é isso que nós devemos fazer para combater o feminismo. Nós não precisamos convencer 60 milhões de homens que o feminismo não presta. Precisamos convencer apenas 4 milhões de homens de que o feminismo é uma bosta e esses homens nos ajudarão a convencer os restantes 60 milhões, que depois vão convencer as mulheres de que o feminismo não presta. Mas vejam bem, que nós devemos concentrar os nossos esforços em convencer os HOMENS de que o feminismo não presta. É possivel que muitas mulheres vejam o nosso site e também se convençam de que o feminismo é ruim. Mas nós jamais poderíamos contar com as mulheres para nos ajudar na luta contra o feminismo, porque, conforme eu disse antes, as feministas são muito burras e são péssimas estrategistas. As mulheres que são mais inteligentes, que são ótimas estrategistas, já estão do nosso lado desde agora, porque elas são anti-feministas, já que o feminismo nunca as enganou. Elas sempre souberam a podridão que o feminismo representa.

Técnica de Vendas AIDA

Gosto muito de uma técnica de vendas muito antiga, chamada AIDA, que é a sigla da fórmula a seguir: Atenção + Interesse + Desejo + Ação. Acredito que é uma das melhores técnicas de vendas que conheço.
Ela aborda as quatro fases de um processo de venda, que devem ser percorridas, uma a uma, onde uma etapa só deve ser percorrida se tivermos certeza de que a anterior foi resolvida. Sugiro que seu produto ou serviço seja avaliado, considerado e refletido, para identificar quais argumentos mais produtivos para utilizar em cada etapa.
Sabemos que as pessoas são únicas e os consumidores possuem características e necessidades específicas. Logo, nenhum consumidor será igual ao outro.
Mas se estudar previamente e simular bastante, o processo de vendas de seu produto ou serviço, poderá identificar uma linha de negociação padrão, que atenderá a maior parte dos seus clientes. Quando for necessário, deverá adaptar e sair da linha de raciocínio. Mas quando possível, traga seu cliente de volta para ela.
É como se fosse uma auto-estrada. Se o cliente decidir levar a negociação para um atalho, saindo do seu controle, siga com ele. Mas assim que possível, traga-o de volta para a estrada principal, para a linha de apresentação que você já estudou e mostrou ser mais produtiva.
Quando você inicia a negociação com o consumidor, que é um cliente em potencial, sabe que geralmente ele busca as informações objetivas como valores e prazos. Ele quer ser prático. Muitas vezes não consegue diferenciar um produto ou serviço de outro concorrente. Quer valores e acabou. Ele tenta determinar o rumo da negociação.


As Melhores Técnicas de Vendas para Aumentar as Vendas

Nós sabemos que os valores podem ser relativos e abstratos. Costumo dizer que para um mesmo produto ou serviço, R$ 100,00 pode ser caro e R$ 1.000,00 pode ser barato. Depende de um conjunto de circunstâncias que juntas determinarão se um valor será caro, justo ou barato. Portanto devemos conduzi-lo para nossa estrada. Apresentar nossos diferenciais competitivos. Nossa linha de apresentação. Para que ele possa entender e avaliar o que estamos apresentando de forma diferenciada da concorrência.
Esta é a base de qualquer uma das melhores técnicas de vendas. Diferenciação do seu produto ou serviço para poder aumentar as vendas.
Busque um quebra gelo. Uma forma de paralisar sua linha de raciocínio e permitir que você comece a conduzir. Agradeça o seu contato, se apresente e informe o seu compromisso de buscar atendê-lo da melhor forma possível. Procure identificar como chegou até sua empresa, onde a descobriu e qual a razão deste contato, neste momento.
O objetivo é identificar qual canal de comunicação atingiu o consumidor (rádio, TV, indicação de clientes, classificados, internet, etc.) e porque solicita agora as informações. Qual foi o fato gerador da necessidade. Esta resposta será muito útil para você apoiar grande parte da sua argumentação de técnica de vendas nela.
Após conseguir as respostas necessárias, inicie sua apresentação com o objetivo de conquistar a ATENÇÃO do consumidor (1º etapa da AIDA). Informe um ponto forte, que as simulações mostraram que gere atenção e que cative o consumidor. Entenda que é a fase que antecede ao interesse. Argumente pensando em ganhar mais alguns segundos ou minutos do tempo do consumidor. Analise a expressão do consumidor e seus comentários, para esticar ou encurtar a argumentação. As melhores técnicas de vendas não ensinam só o que falar sempre. Também ensinam a necessidade de escutar o cliente.
Depois busque expandir a argumentação para gerar INTERESSE (2º etapa da AIDA). É quando o consumidor passa a perguntar sobre características do item. Apresente o produto ou serviço e vá seduzindo, buscando entender como o consumidor pensa sobre o assunto.
Quando passar para a próxima fase, compreenda que deverá gerar DESEJO de consumo (3º etapa da AIDA). É quando deverá usar seus argumentos mais fortes para que o consumidor desperte a decisão de efetuar a compra.
Apresente de forma positiva. Desperte o DESEJO, como senão tivesse dúvidas de que ele comprará. Como se todos que chegassem a esta fase, comprassem sem duvidar. Como se não houvesse possibilidade de não comprar.
Lembre de quando apresentar uma característica ou benefício, avaliar se foi percebida como interessante. Se for, provoque o consumidor, pergunte a opinião dele. Mas só se perceber que ele gostou. Procure fazer com que ele diga o quanto será útil ou interessante para ele. Isso é muito melhor do que você dizer que é bom.
Chegando a fase final, a de AÇÃO (4º e última etapa da AIDA), pergunte ao consumidor se ele tem alguma dúvida sobre o que foi apresentado até aquele momento.
Informe que apresentará as informações necessárias para a concretização do negócio. Utilize a definição exata para seu negócio: que dará as informações necessárias para fazer a sua matrícula, a sua inscrição, a sua entrega, a sua contratação, a sua associação, a sua compra, etc.
Informe que apresentará os detalhes do investimento ou do valor. Fale com confiança. Sem dúvidas de que comprará, como se isso fosse apenas um detalhe.
Inicie a argumentação final com um resumo dos benefícios aceitos pelo consumidor. Aqueles argumentos que você apresentou e percebeu que o consumidor avaliou como importantes. Lembre para ele, que ele gostou deste detalhe. E ao final dos benefícios aceitos, apresente o valor, com tranqüilidade, sem medo, com confiança.
Guarde um desconto, se possível, ou um melhor prazo de pagamento na manga. Não entregue tudo que tem, de primeira. E use depois, se necessário.
Após informar o valor, pergunte qual será a forma de pagamento, dentre as possíveis. Dinheiro ou cartão? Ou então, se prefere que seu filho estude de manhã ou à tarde? Ou onde prefere que seja entregue a encomenda, na sua residência ou trabalho?
Uma destas perguntas, após informar o valor, mostrará que você não tem dúvida de que ele comprará.
Se ele não concordar e disser que ainda não tomou a decisão, não tema. Mantenha a calma e pergunte a ele qual a razão que evita que ele tome a decisão naquele momento. Com gentileza, busque identificar a objeção e tranquilamente procure solucioná-la.
Faça o dever de casa antecipadamente. Procure entender as objeções mais utilizadas pelos consumidores neste momento e prepare-se previamente com argumentos sólidos, que possam superar esta objeção.

Fonte: http://sergioricardorocha.com.br/melhores-tecnicas-de-vendas/

Nenhum comentário :

Postar um comentário

ShareThis

Veja também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...