Novo endereço do nosso site

Novo endereço do nosso site
Feminismo Diabolico

sábado, 12 de abril de 2014

O estupro de homens: Por que o sofrimento dos homens sempre fica ignorado?

Estupro e assassinato de homens são considerados irrelevantes

por Human-Stupidity.com
traduzido por Durga, do Fórum do Búfalo 
 


A imprensa denuncia o estupro sistemático de mulheres em zonas de guerra africanas, mas mantém o silêncio sobre a morte de ainda mais homens nessas mesmas zonas de guerra.
Quando os homens saem, eles estão mortos. As mulheres só são estupradas.
O sofrimento das mulheres é enfatizado, o sofrimento dos homens é ignorado: um mecanismo evolutivo?
As mulheres têm um talento especial para pintar-se como vítimas e envolver os homens como “cavaleiros brancos” para ajudá-los nessa empreitada. O nível de sofrimento ainda mais alto e os apuros dos homens fica ignorado. A ciêncoa suspeita que esta habilidade de manipulação é construída devido à evolução nos mecanismos que as mulheres aprenderam na guerra dos sexos, para contrabalançar a força física superior dos homens. É de notar que o fator limitante para o nascimento de crianças (e, portanto, aptidão inclusiva) é o número de ventres das mulheres, não o número de homens. Como Angry Harry coloca: os homens são dispensáveis.
As mulheres são sempre as vítimas. Em comícios, as mulheres “tomam de volta a noite” no campus de segurança, pedindo segurança para as mulheres, não importa o quanto elas fiquem bêbadas. Ninguém menciona que, estatisticamente, os homens são mais frequentemente vítimas de violência e de homicídios. As mulheres enfatizam a cultura do estupro , re-definindo o estupro para incluir transgressões como o estupro de 5 segundos  (parar imediatamente o sexo consensual).
Mulheres, com a ajuda dos homens, conseguem sensibilizar o público sobre o estupro, ignorando o estupro na prisão. O estupro na prisão é extremamente violento, e muitas vezes envolve anos de escravidão sexual e estupro repetido. Presos que “concordam” com anos de sexo para evitar a violência nem sequer contam como vítimas de estupro.
Um trecho do novo livro Amando Homens, respeitando mulheres: O Futuro da Política de Gênero:
“Quando os homens saem, eles estão mortos. As mulheres só são estupradas. “




Um caso em questão é fornecido em um editorial de Nicholas D. Kristof, publicado 5 de junho de 2005 no New York Times sob o título: “Uma política de estupro” diz Kristof, ” Mais de dois anos após começo do genocídio em Darfur , as mulheres do campo de Kalma, um acampamento de refugiados repleto de 110 mil pessoas expulsas de suas aldeias incendiadas – ainda enfrentam o risco de estupro a cada dia quando elas saem à procura de lenha.” Agora, é claro, isso é uma abominação que exige atenção. Também é uma abominação que recebe atenção. A minha preocupação com este artigo vem do que está faltando, pelo menos até o fim. “Eu ainda estou arrepiado com a explicação prosaica que recebi a respeito de porque são as mulheres que recolhem lenha, mesmo que elas sejam as únicas que são estupradas”, diz Kristof. “‘É simples,” uma mulher aqui explicando. “Quando os homens saem, eles estão mortos. As mulheres só são estupradas. “
(Reportagem da Al Jazeera) – Por dentro da história – as vítimas silenciosas de estupro
As Nações Unidas, mesmo em resoluções do Conselho de Segurança, excluem explicitamente homens e meninos quando eles falam sobre a violência sexual contra mulheres e meninas. O porta-vozes das Nações Unidas se empurravam para fora do tópico, distraindo, mas não reconhecendo o viés das Nações Unidas contra vítimas do sexo masculino.
O vídeo acima foca no estupro masculino. Ele ainda ignora outros tipos de violência que é seletivamente anti-masculino. Menciona que 20% dos combatentes do sexo masculino foram estuprados, contra 30% das mulheres. Não menciona quantos homens foram mortos, nem que provavelmente não são muitos combatentes do sexo feminino.
Bem, isso muda as informações um pouco, não é? Então, por que então não poderia ser este editorial intitulado “Uma Política de Assassinato”? Porque é que toda a ênfase no estupro de mulheres e nenhuma ênfase sobre o assassinato de homens? Por que essa revelação foi jogada fora como um slogan no final do artigo e oferecido apenas como “uma indicação de quão estamos falhando com povo de Darfur”, e não como uma indicação de quão estamos falhando para dirigir igual compaixão e atenção para as atrocidades infligidas aos homens?
“Esta política de estupro floresce apenas porque ele é ignorado”, enquanto a morte dos homens simplesmente não importa.
Adam Jones, autor / editor de “Generocídio e Genocídio” (2004), estudou estas questões em profundidade. Genocídio pode ser definido como a tentativa de exterminar uma determinada população. Generocídio é o assassinato seletivo em massa de um gênero. Como Jones deixa claro, o gênero de escolha para o extermínio é quase sempre do sexo masculino. Em parte, os machos são selecionados porque os homens são mais facilmente assumidos como uma ameaça, mas também porque os homens podem ser abatidos sem sobrecarregar os proprietários dos matadouros de culpa e trauma. Além disso, você pode abater machos e provocar apenas indignação mundial mínima. Na verdade, a mídia vai se concentrar principalmente em dificuldades enfrentadas pelas mulheres privadas dos homens. [...]
“Um dos melhores indicadores da especial vulnerabilidade de homens e meninos é a freqüência com que parentes e amigos procuravam disfarçá-los com roupas de mulher”, afirma Jones. “O relatório Direitos Africanos ‘Death Despair, e Defiance” cita uma série de exemplos de tais procedimentos, que são uma reminiscência de práticas similares seguido nos conflitos da Bósnia e Kosovo da década de 1990 “. [5] É evidente que, se as mulheres eram especialmente visadas, homens não estariam vestindo roupas femininas. No entanto, como a reação da mídia para as atrocidades de Ruanda deixa claro, as mulheres serão apresentados como vítimas quase não importa qual seja a verdade – Fonte
fonte: http://www.inmalafide.com/blog/2012/02/01/rape-and-murder-of-males-deemed-irrelevant/

Fonte: http://canal.bufalo.info/2012/06/estupro-e-assassinato-de-homens-sao-considerados-irrelevantes/

Nenhum comentário :

Postar um comentário

ShareThis

Veja também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...